Produtores rurais do norte de Mato Grosso do Sul participaram de reunião pelo Pacto Sinal Verde, programa estadual que valoriza a arroba do boi em até 3%, conforme a qualidade da carcaça.

O evento aconteceu na cidade de Figueirão, a 226 quilômetros de Campo Grande, neste sábado (17). Na ocasião, o prefeito da cidade, Rogério Rosalin, desafiou criadores do norte de MS a produzir Cota Hilton, que são cortes especiais de gado bovino bem valorizados no mercado internacional.

"Mato Grosso do Sul está acima da média brasileira quanto à qualidade da carne produzida. Figueirão, por exemplo, está entre os líderes, com 10 pontos percentuais da sua produção acima da média nacional no Farol Verde, que é de 13%", disse o prefeito durante o evento.

Projeto - O Pacto Sinal Verde é um projeto do governo do Estado em parceria com o frigorífico JBS. Ele classifica a qualidade da carne de acordo com as cores do semáforo, sendo verde para padrão desejável, amarelo para tolerável e, vermelho, indesejável.

"O campeonato mundial de volume já ganhamos, agora precisamos avançar quanto a qualidade", disse o representante da JBS, Eduardo Pedroso.

Expectativa - "Estamos às vésperas da abertura do mercado americano e precisamos apresentar qualidade, a ponto de fidelizarmos esta porta de saída e expandirmos o comércio para novos apreciadores da carne brasileira", completou.

Figueirão tem duas propriedades rurais entre as precursoras no quesito qualidade na produção da carne bovina, entre elas, está a Fazenda 3R. "Além do manejo e genética, a 3R é exemplo em marketing rural, ferramenta fundamental para valorização da carne sul-mato-grossense", pontuou o deputado estadual Beto Pereira, que representou o governador Reinaldo Azambuja (PSDB).

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE