Sanesul investe R$ 2,5 milhões em obras de esgotamento sanitário em Juti

São obras da Estação de Tratamento e da rede coletora e ligações domiciliares de esgoto

| ASSESSORIA


Obra da ETE em Juti, que terá capacidade de tratar 5,5 litros por segundo. (Fotos: Assessoria)

Juti é mais um dos municípios atendidos pela Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul (Sanesul) que está em obras que irão aumentar o índice de cobertura de esgotamento sanitário.

Na cidade está sendo construída uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) com capacidade de tratar 5,5 litros por segundo, com condições de atender de forma eficiente a demanda atual e acompanhar o crescimento populacional.

Para tratar o esgoto na ETE, é preciso fazer toda a estrutura de coleta na cidade. Por isso, também está em execução 4.328 metros de rede coletora de esgoto e 161 ligações domiciliares.

Essas redes são instalações responsáveis em recolher todo esgoto das casas, apartamentos e comércios, e conduzi-lo até a ETE que, através de processos físicos, químicos ou biológicos, remove as cargas poluentes do esgoto, devolvendo ao ambiente o produto final, efluente tratado, em conformidade com os padrões exigidos pela legislação ambiental. Lembrando que, todo o esgoto coletado nas cidades operadas pelo sistema da Sanesul é devidamente tratado.

As obras, que estão na fase inicial, são realizadas com recursos provenientes do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) do Governo Federal - via Funasa, e da própria empresa, totalizando R$ 2.554.127,78 milhões.

Em Juti, tanto o sistema de coleta e tratamento de esgoto como de abastecimento de água tratada, são operados pela Sanesul.

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE