Amazonas e Espírito Santo poderão receber pacientes de Mato Grosso do Sul

Até o momento, pacientes com Covid-19 são transferidos para São Paulo e Rondônia

| CORREIO DO ESTADO / NAIARA CAMARGO


Transferência de pacientes de MS para outros estados já é realidade - Bruno Henrique

O secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, informou que os estados do Amazonas e Espirito Santo também ofereceram leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTIs) à Mato Grosso do Sul. 

O anúncio foi feito por meio de live na manhã desta segunda-feira (14). 

Devido ao colapso que o Estado enfrenta com internações em alta e falta de vagas em hospitais, a alternativa encontrada foi transferir doentes para outros Estados para tratamento da Covid-19.

“[Temos] a possibilidade de encaminharmos para o estado do Amazonas e Espírito Santo que mais uma vez tem nos concedido e encaminhado conversas que vai nos atender nesse momento difícil'.

Resende ressalta que o governo de Mato Grosso do Sul faz o possível para que não encaminhe pacientes para outras unidades federativas.

“Estamos trabalhando para que a gente evite fazer o que estamos fazendo que envolve uma logística enorme e um custo enorme para encaminhamento de pacientes para outros estados'.

Ao todo, Mato Grosso do Sul já transferiu 31 pacientes para outros estados de 2 à 14 de junho. 

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (SES), uma paciente sul-mato-grossense encaminhada à Rondônia recebeu alta. Por outro lado, quatro pacientes transferidos para outros estados morreram.

Internações em alta

Existem 200 doentes aguardando por um leito nesta segunda-feira (14) em Mato Grosso do Sul, conforme dados do Boletim Epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde (SES).

Na Central de Regulação da Capital, 128 enfermos esperam por uma vaga, sendo 97 apenas de Campo Grande.

Já na Central de Regulação de Dourados, 41 pessoas estão na fila aguardando um leito em hospitais. Na Central de Regulação do Estado (CORE) aguardam 31 pacientes.

São 1.205 pessoas hospitalizadas, sendo 642 em leitos clínicos (429 público; 213 privado) e 563 em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) (432 público; 131 privado).

A ocupação global de leitos de UTI do Sistema Único de Saúde (SUS) na macrorregião de Campo Grande está em 107%, Dourados em 104%, Três Lagoas 100% e Corumbá 100%.

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE