Governador e ministro visitam projeto de energia solar no Pantanal

| REDAçãO MS NEWS


Acompanhado do ministro das Minas e Energia, Bento Albuquerque, e do diretor-presidente da Energisa/MS, Marcelo Vinhaes, o governador Reinaldo Azambuja participa nesta quarta-feira, dia 28 de julho, do marco histórico da universalização do acesso a energia elétrica no Pantanal, abrangendo sete municípios e mais de duas mil famílias, entre pequenas, médias e grandes fazendas e comunidades ribeirinhas.

O projeto Ilumina Pantanal faz parte do Programa de Eletrificação Rural do Governo Federal, coordenado pelo Ministério de Minas e Energia, e conta com a participação do Governo de Mato Grosso do Sul. Executora do projeto, a Energisa está investindo R$ 134 milhões – recursos do Programa Luz Para Todos - e atenderá a 2.167 moradias até meados de 2022.

Fazendeiros e comunidades tradicionais beneficiados vivem em uma área de 90 mil km² nos municípios de Corumbá, Aquidauana, Coxim, Ladário, Porto Murtinho, Rio Verde e Miranda. Do total de residências, 77 serão beneficiadas com o modelo tradicional de transmissão de energia elétrica. As outras 2.090, receberão o modelo de geração solar.

O ato oficial será realizado às 8h30 no Porto São Pedro, situado às margens do Rio Paraguai (borda da Serra do Amolar), ao norte de Corumbá. A propriedade já conta com as placas de geração solar. Posteriormente, o governador Reinaldo Azambuja, o ministro e o diretor-presidente da Energisa visitarão um morador ribeirinho, também beneficiado.

Estarão presentes na cerimônia, entre outras autoridades, os secretários estaduais Eduardo Riedel (Infraestrutura) e Jaime Verruck (Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), e o diretor-presidente da Agepan (Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos), Carlos Alberto de Assis.

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE