No Tocantins, estudante descobre que nome era usado por assaltante em MS

| ANAHI ZURUTUZA / CAMPO GRANDE NEWS


Perito papiloscopista trabalha em confronto de registros digitais (Foto: Polícia Civil do Paraná/Divulgação)

Estudante de 25 anos do Tocantins descobriu que sua identidade estava sendo usada por assaltante condenado em Mato Grosso do Sul. O caso foi parar nas mãos da Defensoria Pública do estado do norte do País, que contou com a ajuda do órgão em Campo Grande para desfazer a confusão.

De acordo com o coordenador do Núcleo de Execução Penal da Defensoria Pública, defensor público de Mato Grosso do Sul, Cahuê Duarte e Urdiales, “ao participar de seleção de emprego, o assistido descobriu que seu nome e outros dados pessoais foram utilizados falsamente por terceira pessoa que foi presa e condenada por praticar crimes de roubo em Campo Grande'.

Com medo de ser preso injustamente, o estudante procurou a Defensoria Pública do Tocantins e foi atendido pela coordenadora do Nadep (Núcleo de Defesa e Assistência ao Preso), Letícia Cristina Amorim Saraiva dos Santos. Ela acionou defensores da Capital que formaram força-tarefa e trabalharam para juntar provas de que o rapaz não era o assaltante.

“O intercâmbio institucional foi capaz de reunir provas de que o assistido, no mesmo período em que o falsário estava preso em Campo Grande, realizou viagem de Paraíso do Tocantins para Anápolis (GO)', exemplificou o defensor Fábio Odacir Marinho de Rezende, que atuou em uma das ações penais.

Perícia comparando as digitais do homem preso e do estudante comprovaram definitivamente que a identidade do tocantinense estava sendo usada pelo criminoso. Com isso, a Defensoria Pública de Mato Grosso do Sul conseguiu suspender as ordens de prisão que havia em nome do cidadão do Tocantins.

O juiz Roberto Ferreira Filho, da 1ª Vara Criminal, determinou que o Instituto de Criminalística busque a identidade verdadeira do criminoso condenado. O condenado está evadido do sistema carcerário e ainda não foi identificado.

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE