Aulas presenciais em Emeis voltam para 100% dos alunos

Medida contempla crianças de quatro meses a três anos e estudantes precisam de autorização dos pais para o retorno à escola

| CORREIO DO ESTADO / DAIANY ALBUQUERQUE


Presencial. Retorno das aulas ocorreu no segundo semestre de 2021 - Álvaro Rezende/Correio do Estado

A Prefeitura de Campo Grande decidiu acabar com o escalonamento presencial dos alunos das Escolas Municipais de Ensino Infantil (Emeis). 

Com isso, 100% dos estudantes dos grupos 1, 2 e 3, que correspondem a crianças de quatro meses a três anos, podem frequentar as aulas todos os dias da semana, no período matutino ou vespertino, de acordo com organização de cada Emei.

De acordo com a Secretaria Municipal de Educação (Semed), a medida será para contemplar somente as crianças que estão com autorização dos pais para o retorno presencial. 

Para isso, os responsáveis terão até o dia 30 de setembro para informar sobre o retorno ou não dos estudantes.

O retorno presencial das atividades na Rede Municipal de Ensino (Reme) ocorreu no dia 26 de julho deste ano, após 1 ano e 4 meses de ensino exclusivamente remoto.

As atividades retornaram de forma escalonada, com 50% dos estudantes em sala de aula por uma semana e a outra parte em casa, enquanto que na semana seguinte essa métrica se invertia. 

A nova forma de ensino funcional é tanto para o Ensino Fundamental da Reme, quanto para as crianças das Emeis.

A Semed também informou que, apesar de o retorno presencial de todos os estudantes estarem autorizados, os protocolos de biossegurança e distanciamento permanecerão sendo cumpridos.

Conforme a Pasta, entre esses grupos de alunos, o retorno ao presencial não teve grande adesão ainda, sendo possível a volta dos 100% autorizados. 

A Pasta informou que mais informações sobre um possível aumento da adesão devem ser repassadas em coletiva de imprensa, a ser realizada hoje.

A entrevista será com o superintendente de gestão das Políticas Educacionais da Semed, professor Waldir Leonel.

No caso dos grupos 4 e 5 da educação infantil e dos demais anos do Ensino Fundamental e a turma do Médio da Escola Rural, a Semed ainda não passou previsão de quando o retorno será 100% presencial.  

BIOSSEGURANÇA

Como medida para evitar o contágio da Covid-19, a Semed estabeleceu protocolos de biossegurança, por conta do retorno das aulas presenciais – entre as determinações está o limite físico de 1,5 m entre os alunos. 

O escalonamento semanal, outra medida, era definido em cada escola, de acordo com as etapas de ensino, quantidade de alunos e tamanho das salas.

Para os pais ou responsáveis que optarem por manterem as crianças no ensino remoto, as atividades continuam disponibilizadas pelos professores da escola e o atendimento remoto permanece oferecido on-line, via WhatsApp por técnicos da Superintendência de Gestão das Políticas Educacionais (Suped).

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE