Homem é executado a tiros em cidade dominada pelo crime na fronteira

| HELIO DE FREITAS, DE DOURADOS / CAMPO GRANDE NEWS


Ricardo estava sozinho em casa e foi executado a tiros de pistola. (Foto: Capitán Bado.com)

Ricardo Fernandes Pavoni, 30, foi executado a tiros na tarde desta terça-feira (14), em Coronel Sapucaia, cidade separada apenas por uma rua do território paraguaio e localizada a 400 km de Campo Grande.

De acordo com informações de vizinhos à equipe da Polícia Civil, Ricardo estava sozinho em casa, na Vila Nova, quando um casal chegou ao local de moto e o executou a tiros de pistola 9 milímetros. Catorze cartuchos deflagrados foram recolhidos perto do corpo.

A mulher dele tinha ido ao mercado. Quando voltava, ela ouviu os tiros e saiu correndo em direção à casa, mas quando chegou, Ricardo já estava morto. O corpo será levado para o IML, em Ponta Porã.

Nascido em abril de 1991, Ricardo Pavoni tinha antecedentes criminais, mas até agora, não há indícios se ele foi morto por ligação com o narcotráfico, principal atividade criminosa da linha internacional.

Junto com a vizinha paraguaia Capitán Bado, Coronel Sapucaia integra o trecho mais violento da fronteira brasileira com o Paraguai. As duas cidades dividem com as também gêmeas Ponta Porã (MS) e Pedro Juan Caballero (Paraguai), o posto de mais sangrentas da linha internacional.

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE