Intervalo entre doses de adolescentes subirá para 12 semanas em Mato Grosso do Sul

Atualmente o aprazamento entre doses da Pfizer para adolescentes é de três semanas

| CORREIO DO ESTADO / NAIARA CAMARGO


Intervalo entre doses de adolescentes subirá para 12 semanas em MS - Álvaro Rezende

O intervalo entre a primeira e segunda dose da Pfizer para adolescentes será de doze semanas em Mato Grosso do Sul, de acordo com o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende.

Atualmente o intervalo entre doses em adolescentes é de três semanas, de acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (SES). 

“Aqui no Estado vamos tomar uma decisão junto com os secretários municipais: vamos continuar aplicando a D1 em adolescentes, só que a D2 nós vamos dar um aprazamento de 12 semanas'.

O anúncio foi feito na manhã desta segunda-feira (20), por meio de live transmitida em uma rede social.

De acordo com dados do vacinômetro disponibilizado pela SES, 4,82% de adolescentes tomaram a segunda dose da vacina em Mato Grosso do Sul. 

São 180.978 doses aplicadas no público de 12 a 17 anos, sendo 167.552 da primeira dose e 13.426 da segunda.

Mato Grosso do Sul foi o primeiro estado do Brasil a iniciar a imunização em adolescentes.

O Ministério da Saúde orientou as 27 unidades federativas à suspender a imunização em adolescentes após uma menina de 16 anos falecer em São Paulo horas depois de receber o imunizante da Pfizer. 

A Pfizer anuncia que a vacina é segura e eficaz contra a Covid-19 em pessoas acima de 12 anos.

 Mato Grosso do Sul não seguirá a orientação do Ministério e continuará vacinando adolescentes de 12 a 17 anos.

Resende afirma que a orientação do Ministério foi equivocada e que a imunização de jovens segue normal em Mato Grosso do Sul. 

“Vai continuar. Como já estamos acelerados nós queremos inclusive avançar o processo de imunização nos adolescentes'.

O prefeito de Campo Grande, Marcos Trad (PSD), é a favor em dar prosseguimento à imunização de adolescentes. “Vamos continuar vacinando adolescentes'.

O secretário municipal de Saúde de Campo Grande, José Mauro Filho, afirma que adolescentes continuarão sendo imunizados com a primeira e segunda dose. 

“A princípio nada muda. Neste momento, estamos seguindo a orientação da câmara intergestora bipartite e da Anvisa'.

Ritmo da vacinação

De acordo com dados do  vacinômetro  disponibilizado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), Mato Grosso do Sul tem 75,52 %% de pessoas vacinadas e 53,19% imunizadas contra Covid-19.

Isso representa 1.886.827 sul-mato-grossenses que receberam a primeira dose, 1.260.793 que receberam a segunda dose e 234.904 que receberam a dose única. 

Campo Grande tem 69,74% de vacinados e 55,93% de imunizados, segundo dados do  vacinômetro  disponibilizado pela Secretaria Municipal de Saúde (Sesau).

Este número representa 631.897 campo-grandenses que tomaram uma dose da vacina e 506.750 pessoas que tomaram as duas doses ou dose única.

Mato Grosso do Sul é o primeiro estado do país no ranking de aplicação da segunda dose, de acordo com dados do  vacinômetro  disponibilizado pelo Ministério da Saúde.

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE