Ex-governador, Zeca do PT critica líderes tucanos: ‘querem criar o Estado totalitário do PSDB em MS’

Deputado criticou atuação do PSDB em filiar maior número de vereadores possível à sigla durante janela partidária

| MIDIAMAX/EVELIN CáCERES


Zeca do PT (Luciana Nassar, Alems)

O ex-governador e deputado estadual Zeca do pt usou o microfone durante sessão desta terça-feira (2) para criticar a atuação de ‘alguns líderes’ do PSDB que estão filiando o máximo possível de vereadores na sigla durante a janela partidária. “Querem criar o estado totalitário do PSDB”, apontou.

Zeca fez uso da palavra pela ordem, durante votação do projeto para votação de diretores, dizendo estar angustiado. “Quero fazer um alerta, que o PSDB, criado sob a égide de ser um partido social democrático e liberal, que temos visto por parte de algumas lideranças a tentativa de um estado totalitário ou hegemônico do PSDB em Mato Grosso do Sul”.

Segundo Zeca, esses líderes estariam tirando vereadores de todos os parceiros para filiar ao ninho. “Bem falava o Lula que tucano gosta de ir no ninho dos outros. Isso é uma coisa horrorosa. Essa política vai dar com os burros n’água”, apontou.

Na base de apoio do governador Eduardo Riedel, Zeca disse, ainda, que vai começara votar contra o PSDB. “Vou começar a defender a tese de que onde for possível, vamos fazer enfrentamento com o PSDB. Tenho respeito, mas sou contra o totalitarismo e a política absoluta que o PSDB quer implementar nesse Estado”, finalizou ao microfone.

Filiações

Em Campo Grande, o partido apontado por Zeca tenta ultrapassar o número de cadeiras na Câmara. Atualmente empatado com o PP, com sete vereadores, o PSDB teria prometido chegar a oito filiações até o final da janela partidária, na sexta-feira (4).

Se quiser receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp gratuitamente ENTRE AQUI . Lembramos que você precisa salvar nosso número na agenda do seu celular.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS





















PUBLICIDADE
PUBLICIDADE