Funcionários da Santa Casa podem entrar em greve nesta quarta-feira (10) e prejudicar atendimentos à população. Isso caso o salário não entre na conta até o fim desta terça-feira. Os médicos não estão inclusos entre as categorias que podem parar.

Três sindicatos que representam técnicos de enfermagem, enfermeiros, radiologistas e administrativos votaram pela decisão nesta terça-feira. Segundo o presidente da entidade que representa os radiologistas, Adão Júlio da Silva, dos 2,6 mil funcionários das categorias, 30% somente irá trabalhar, com exceção nas CTIs, que terão 50% do efetivo no trabalho.

Ao todo são, 1,3 mil enfermeiros, 1,2 mil administrativos e 50 técnicos em radiologia.

Conforme a presidente do sindicato que representa os enfermeiros e técnicos de enfermagem, Helena Delgado, a paralisação não é para pressionar, mas “funcionário não vai prestar serviço de graça”.

IMPASSE

O contrato com a prefeitura terminou neste domingo e, com isso, o repasse de R$ 3 milhões mensais está comprometido. O secretário municipal de Saúde, Jamal Salém, garantiu que a prefeitura se comprometeu a continuar com o valor de R$ 3 milhões, mas que o governo estadual deve entrar com uma parte, pelo menos R$ 1 milhão.

A reunião que pode sacramentar o contrato acontecerá na quinta-feira. 
 

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE