O cerrado, vegetação predominante de Mato Grosso do Sul, já teve mais 75% da área desmatada até o ano de 2010, segundo a Pesquisa de Indicadores de Desenvolvimento Sustentável, divulgada nesta sexta-feira (19) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Conforme o levantamento, com relação ao Pantanal Sul-mato-grossense, foi registrado desmatamento de 13,1% da área total, que é de 89.826 quilômetros quadrados (km²), em 2009. O percentual corresponde a uma área de 11.753 km² desmatada.

O cerrado, que ocupava uma área de 216.016 km², já perdeu 164.448 km² deste total por desmatamento, o que corresponde a 76,1% . A área remanescente corresponde a 51.567 km², restando 23,9% da vegetação original.

De acordo com o Ministério do Meio Ambiente, o cerrado se destaca não só pela diversidade de espécies de flora e fauna, mas sobretudo pela produção agrícola. Devido a expansão da fronteira agrícola brasileira, o bioma vem sendo degradado bos últimos anos para abertura de novas áreas de produção de grãos.

A pesquisa indica ainda que dos 78 municípios pesquisados do Estado, apenas 42 possuem legislação específica para tratar da questão ambiental.

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE