Uma travesti de 19 anos foi morta com tiro no peito na noite desta terça-feira (23), na Rua Joaquim Teixeira Alves, esquina com a Aquidauana, no Jardim Caramuru, em Dourados, distante 233 quilômetros de Campo Grande. A vítima, Sidney Araújo Claudino chegou a ser levado para o hospital, mas morreu. O acusado de ter cometido o crime, Joarez Rocha, 44 anos, foi preso em flagrante.

De acordo com boletim de ocorrência, a polícia fazia rondas na região, quando avistou um Fiat Uno, de cor azul, parado embaixo de uma árvore. Depois de cerca de 10 metros de passar pela rua, os militares ouviram um tiro e voltaram.

Eles avistaram duas travestis correndo e o motorista do Fiat Uno fazendo contorno para sair do local. Os policiais, então, foram informados que o rapaz do carro havia disparo um tiro contra uma pessoa. O condutor do carro foi abordado na Rua Cuiabá e identificado por Joarez.

Com ele não foi encontrado nada, mas em seguida a polícia localizou uma carabina jogada no canteiro central, local por onde o suspeito havia passado minutos antes. Uma das travestis reconheceu Joarez como sendo o autor do tiro.

A vítima chegou a ser socorrida pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), mas morreu. O caso foi registrado como homicídio simples na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do município.

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE