Peru e Bolívia, duas equipes que surpreenderam na primeira fase, se verão cara a cara nesta quinta-feira (25), ás 19h:30min (Horário de MS), em Temuco (sul) pelas quartas de final da Copa América Chile-2015. Ambos chegam com o objetivo comum de continuar quebrando as barreiras.

Para a 'Verde' o passe para a seguinte etapa é um fato histórico, pois não alcançava essa instância desde a edição de 1997, onde saiu vice-campeã.

Por outro lado, as quartas formam um "objetivo cumprido" para os da faixa vermelha cruzada e caminham paralelamente ao feito em 2011, quando na Argentina finalizaram em terceiro lugar.

Bolivianos e peruanos ficaram com os segundos postos das respectivas chaves A e C, onde surpreendeu a todos quando colocaram times como México, Equador e Chile na corda bamba, no caso da Verde; ou Brasil e Colômbia, por parte dos incas, todas seleções mundialistas em 2014.

Os do altiplano têm mostrado duas caras no certame: ante México (0-0), com um jogo plano, Equador (vitória 3-2), com uma proposta convincente, alcançar os pontos para amarrar o passe, mas a campanha no grupo foi fechada da pior forma ao cair 5-0 ante o Chile.

Peru, por sua parte, conseguiu uma vitória ante Venezuela (1-0); um empate contra a Colômbia (0-0) e sofreu uma derrota frente ao Brasil (2-1).

O treinador boliviano Mauricio Soria vai empregar novamente ao seu melhor onze, com Marcelo Martins e Ricardo Pedriel no ataque e Damian Lizio com o papel de armador.

Gareca enviaria desde o início a Jefferson Farfan para acompanhar o marcador Paolo Guerrero, artilheiro da Argentina-2011 que por agora com um arco fechado.

A partida, programada no estádio Germán Becker em Temuco (679 km ao sul de Santiago), a partir das 20h30 locais (23h30 GMT), será liderada pelo árbitro colombiano Wilmar Roldan.

Prováveis convocados:

Peru: Pedro Gallese - Luis Advincula, Carlos Zambrano, Carlos Ascues, Juan Vargas - Christian Cueva, Yoshimar Yotún, Edwin Retamoso, Joel Sanchez - Jefferson Farfan e Claudio Pizarro. Treinador: Ricardo Gareca.

Bolívia: Romel Quinonez - Miguel Hurtado, Ronald Raldes, Edward Zenteno, Leonel Morales - Alejandro Chumacero, Danny Bejarano, Martin Smedberg - Damian Lizio - Ricardo Pedriel e Marcelo Martins. DT: Mauricio Soria.

Estatísticas:

Bolívia vs Peru.

Já se enfrentaram 14 vezes.

Bolívia venceu três (15 gols), Peru 7 (22 pontos) e empatou quatro.

Dados I: Eles registram dois empates consecutivos nas edições de 2004 e 2007, ambos pelo mesmo artilheiro: 2-2. O último vencedor foi o Peru, em 1999 por 1-0 com gol de Ysrael Zuniga.

Dados II: Depois das três vitórias do Peru no início do seu historial, Bolívia venceu a quarta partida. Foi na edição de 1953 por 1-0, com um gol de Victor Agustín Ugarte no Estádio Nacional de Lima.

Dados III: Pela primeira vez se enfrentaram num momento decisivo porque até agora somente se chocaram por fase de grupos.

Máxima vitória: Peru 3 (Robero Drago 2, Cornelio Heredia) - Bolívia 0 na edição de 1949.

Pênaltis: Bolívia marcou o único que obteve: Ovidio Messa em 1975 e Peru fez o mesmo com os três que rematou: Cornelius Heredia (1949), Oswaldo Ramirez (1975) e Claudio Pizarro (2004).

Primeira partida: Bolívia 2 - Peru 3 (Fase de Grupos 1927)

Última partida: Bolívia 2 - Peru 2 (Fase de 2007)

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE