A diretoria do Santos acelerou a contratação de um volante no mercado do futebol após a grave lesão no joelho do volante Valencia, durante a disputa da Copa América, no Chile, onde ele defendia a seleção colombiana.

O nome do volante é mantido em sigilo na Vila Belmiro, mas o UOL Esporte apurou que se trata de um "jogador tarimbado" no futebol.  Nos bastidores, a diretoria santista alega que é importante não vazar o nome do volante, pois já existem concorrentes para ficar com o atleta.

Publicamente, o presidente Modesto Roma confirmou que o Santos negocia a contratação de um volante.

"Lógico que procuramos reforços [volantes], mas não é nenhuma sangria", afirmou Modesto Roma.

Enquanto busca um volante, os dirigentes santistas tentam negociar o lateral direito Cicinho. A cúpula alvinegra não está satisfeita com o custo beneficio do atleta. O ala tem um dos maiores salários do elenco e amarga a reserva no time de Marcelo Fernandes.

Em uma negociação com o grupo de investidores, Elenko Sports, o Santos tentou negociar o jogador com o Penapolense, que seria repassado para a Ponte Preta. A transação não vingou e, agora, a diretoria santista deve emprestar o jogador, sem custos, para o futebol da Bulgária.

Para a lateral, a comissão técnica acredita que o elenco está bem-servido. Além de Cicinho, o Santos conta com os titulares Daniel Guedes e Victor Ferraz, e os reservas Zé Carlos, o Zeca, Crystian, Caju, e Chiquinho, que se recupera de lesão.

Já para a posição de volante, setor que a diretoria tenta reforçar, Marcelo Fernandes conta apenas com Lucas Otávio, Renato, Leandrinho e Thiago Maia. Alison, em fase final de recuperação de cirurgia no joelho, deve voltar aos gramados no início do segundo semestre.

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE