Em Campo Grande/MS, os vizinhos da chácara onde o jovem Tarcísio Augusto dos Santos, de 27 anos, morreu afogado na manhã do domingo (28), disseram ao Jornal Midiamax que os eventos no local são realizados quase semanalmente. Segundo eles, são festas com músicas sertanejas e funk, com o som alto, que incomodam toda a vizinhança.

Conforme os vizinhos, a festa que resultou em afogamento começou no sábado (27) e foram vistos muitos jovens com uma camiseta do curso de fisioterapia.

Na manhã desta segunda-feira (29), o filho do dono da chácara disse que o afogamento foi uma fatalidade e garantiu que o local é uma extensão da casa dele.

O rapaz ainda comentou que a festa em que o jovem morreu, era particular. Segundo ele, o local não é alugado e as pessoas que estavam na festa eram amigas de faculdade da irmã dele.

Contrariando o filho, segundo informações do boletim de ocorrência, o dono da casa afirmou que alugou o espaço para uma festa na noite anterior por R$ 400 e que parte das pessoas combinaram de fazer um bife na chapa no domingo. O proprietário informou que era uma confraternização entre amigos e todos estavam consumindo bebida alcoólica.

Ainda de acordo com o proprietário, no momento em que a vítima se afogou, todos se encontravam dentro da piscina, menos ele que estava tomando banho no interior da casa.

Ele informou à polícia que ficou cerca de trinta minutos ausente e foi abordado por uma amiga informando que a vítima havia se afogado. O dono disse que ao sair da casa já se deparou com a viatura do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) no quintal realizando a tentativa de salvamento.

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE