Após operar em alta durante parte do dia, o dólar comercial inverteu o movimento e encerrou esta segunda-feira (29) em queda de 0,28%, a R$ 3,12 na venda. Na semana passada, a moeda norte-americana havia acumulado alta de 0,84%.

Os investidores aproveitaram a alta do dólar mais cedo para vendê-lo e embolsar os lucros.

Preocupações com a Grécia

No Brasil, embora houvesse preocupações, investidores avaliavam que o impacto de um possível calote da Grécia seria pequeno.

"As ligações diretas entre a Grécia e o resto do mundo são limitadas", escreveu em relatório o economista-chefe para mercados emergentes da consultoria Capital Economics, Neil Shearing.

"O que mais importa para os mercados emergentes não é tanto a crise na Grécia por si só, mas se ela provocará contágio e grandes deslocamentos financeiros na economia da zona do euro como um todo", acrescentou.

A Grécia fechou nesta segunda-feira seus bancos para evitar uma "corrida" para sacar dinheiro. O país tem até esta terça-feira (30) para fazer um pagamento ao FMI (Fundo Monetário Internacional). Um eventual calote pode levar à sua saída da zona do euro, e pode ter consequências em outros países do bloco.

Contexto nacional

Investidores também estavam de olho na estratégia de intervenção do Banco Central brasileiro no mercado de câmbio. No fim da manhã, o BC vendeu a oferta total de contratos de swap cambial tradicional (equivalentes à venda futura de dólares) no leilão de rolagem.

Se mantiver a atuação dos últimos meses e não realizar a oferta no último pregão do mês, o BC terá reposto ao todo pouco menos de 70% dos contratos que vencem em julho.

Agora, o foco é a rolagem dos contratos que vencem em 3 de agosto, equivalentes a US$ 10,675 bilhões. Segundo analistas, o mercado não vai se surpreender se o BC sinalizar que deve rolar uma fatia ainda menor desse lote.

Os leilões de rolagem servem para adiar os vencimentos de contratos que foram vendidos no passado.

(Com Reuters)

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE