A Secretaria Estadual de Saúde registrou mais uma morte por suspeita de dengue neste ano em Mato Grosso do Sul. Com 27,7 mil casos notificados neste ano, a doença pode ter feito a 11ª vítima do ano no Estado.

O óbito, que está sob investigação, ocorreu em Nova Alvorada do Sul, segundo o boletim divulgado nesta quarta-feira (1º). Outras 10 mortes já foram confirmadas neste ano em Campo Grande e Sonora, com duas cada, Dourados, Juti, Paranhos, Três Lagoas e Maracaju.

A nova morte foi confirmada após o início do inverno, quando o número de casos da dengue tem queda. No entanto, o número de pacientes com os sintomas segue em alta porque o Aedes aegypiti, o mosquito transmissor da doença, já se adaptou ao frio.

No Estado, foram 732 novos casos na última semana. O número total registrado em seis meses, 27,7 mil casos, representa aumento de 199% em relação ao total notificado em 12 meses do ano passado (9,2 mil).

Só em Campo Grande, segundo a Secretaria Municipal de Saúde, foram 212 notificações no mês passado. É o menor número de notificações registradas neste ano na Capital e metade do ocorrido em maio (540). As mortes na Capital ocorreram em abril e maio deste ano.

O Ministério da Saúde considera que situação é de epidemia (fora de controle) em 62 dos 79 municípios sul-mato-grossense. Esta situação é considerada quando a incidência, de um caso para cada grupo de 100 mil habitantes, fique acima de 300. A média estadual é de 1.071 casos para cada grupo de 100 mil, três vezes acima do percentual considerado alarmante.

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE