Depois de três derrotas brasileiras nas semifinais e três bronzes em categorias que os resultados poderiam ser melhores, Tiago Camilo "salvou" o dia do judô brasileiro, colocou o país no lugar mais alto do pódio e conquistou a sua terceira medalha de ouro na história dos Jogos Pan-Americanos, nesta segunda-feira à noite. O experiente atleta de 33 anos venceu na final o cubano Asley Gonzalez, ao aplicar dois shidos, e foi tricampeão da categoria médios (até 90kg).

O tricampeonato pan-americano de Tiago, feito inédito entre os judocas do país, aconteceu de forma consecutiva, já que ele também tinha levado o ouro no Rio de Janeiro-2007 e em Guadalajara-2011.

O brasileiro, que também já ganhou uma prata (2000) e um bronze (2008) em Olimpíadas, procurou a luta desde o início e abriu vantagem com duas penalizações na decisão deste segunda. Na sequência, não sofreu muitos riscos e conseguiu manter a vantagem até o tempo se esgotar, ganhando novamente de Gonzalez, mesmo adversário da decisão do Pan de 2011.

Tiago Camilo deu o sexto ouro ao Brasil no Pan do Canadá e a 24ª medalha no total - são seis pratas e 12 bronzes. No judô, o país verde e amarelo é o mais glorioso neste Pan de 2015, sendo que lidera o ranking com três ouros (Érika Miranda e Charles Chibana também ganharam), uma prata e cinco bronzes.

O experiente brasileiro começou sua campanha com uma vitória sobre o chileno Rafael Romo graças a um ippon. Na sequência, novo ippon deu o triunfo diante do argentino Cristian Schmidt.

Também nesta segunda-feira, o Brasil ficou com três medalhas de bronze no judô em Toronto, com Mariana Silva (até 63kg) e Maria Portela (até 70kg), entre as mulheres, e Victor Penalber (até 81kg), no masculino,. Depois de perderem nas semifinais, eles se recuperaram na disputa pelo terceiro lugar e subiram ao pódio

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE