José Osmar Freitas, de 27 anos, preso nesta terça-feira (14), acusado de assassinar o investigador de Polícia Civil, José Nivaldo, no último dia 28 de junho, na cidade de Tacuru (MS), aparece em vídeo que está circulando pelo WhatsApp, relatando o crime.

Nas imagens, o criminoso diz que teria reagido ao receber voz de prisão.

Segundo informações do delegado Bruno Tentro Hein, José estava caminhando por volta das 11h, próximo a uma fazenda entre Iguatemi e Tacuru, quando foi preso.

O ex-presidiário foi encaminhado a Delegacia de Polícia Civil de Tacuru e a polícia aguarda detalhes para iniciar o interrogatório.

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE