A Receita Federal paga, nesta quarta-feira (15) a restituição de Imposto de Renda a 17.939 contribuintes de Mato Grosso do Sul. Eles vão receber R$ 29,7 milhões. No Estado, 373.810 contribuintes declararam imposto de renda.

O crédito, conforme informou a delegacia da Receita Federal, já deve estar disponível na conta bancária informada na declaração do Imposto de Renda de 2015. O lote multiexercício de restituição do IRPF (Imposto sobre a Renda da Pessoa Física) contempla também restituições dos exercícios de 2009 a 2014.

O contribuinte que quer verificar se a declaração foi liberada deverá acessar a página da Receita na internet, ou ligar para 146. É possível acessar o extrato da declaração e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento na consulta à página da Receita, no serviço e-CAC. Caso existam informações incoerentes, o contribuinte pode fazer a autorregularização com a entrega de declaração retificadora.

A Receita também disponibiliza aplicativo para tablets e smartphones, com os sistemas iOS (Apple) ou Android, que facilita as consultas. Pelo aplicativo é possível consultar diretamente nas bases da Receita Federal informações sobre liberação das restituições do IRPF e a situação cadastral de uma inscrição no CPF.

Se o contribuinte não resgatar a restituição dentro de um ano, vai precisar requerer o valor por um Formulário Eletrônico - Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da DIRPF (Declaração do Imposto de Renda de Pessoa Física).

Caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá contatar pessoalmente qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para a central de atendimento por meio do telefone 4004-0001, nas capitais, 0800-729-0001 nas demais localidades, e 0800-729-0088, para deficientes auditivos.

As consultas podem ser feitas no site da Receita, em:
http://www.receita.fazenda.gov.br/Aplicacoes/Atrjo/ConsRest/Atual.app/paginas/index.asp

Também podem ser feitas pelo telefone 146 (opção 3) ou via aplicativo para dispositivos móveis (smartphones e tablets).

Como saber se está na malha fina?

A declaração do Imposto de Renda pode cair na malha fina por causa de erros, omissões ou inconsistências. Para saber se foi retida e quais foram os problemas encontrados, os contribuintes devem acessar a página da Receita Federal e consultar o chamado "extrato" do Imposto de Renda – disponível no e-CAC (Centro Virtual de Atendimento).

Para isso, é necessário usar o código de acesso gerado na própria página da Receita Federal ou certificado digital emitido por autoridade habilitada.

Com a informação sobre quais inconsistências foram encontradas pela Receita Federal, o contribuinte pode enviar uma declaração retificadora ao Fisco e, deste modo, sair da malha fina. Quando a situação for resolvida, caso tenha direito à restituição, ela será incluída nos lotes do IR.

Com G1 e Campo Grande News

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE