Um travesti foi assassinado com três tiros no inicio da madrugada desta sexta-feira (17), no Jardim Europa, em Dourados. O acusado, um comerciante de 22 anos foi preso por um Guarda Municipal.

Segundo a polícia, o crime aconteceu na Rua Inglaterra, esquina com a Avenida Presidente Vargas, saída para Itaporã. A vitima, que estava sem documento foi morta com um tiro no rosto, um nas costas e um tiro no peito.   

O acusado identificado pela polícia como sendo o comerciante Marlon Lucas Rocha Fialho, de 22 anos, morador no Jardim Europa, foi preso no local do crime e portava um revolver magno calibre 357.

Ele disse para a polícia que teria sido vitima de assalto. Marlon contou que o travesti queria levar a camionete uma Amarok da cor prata com placa de Ponta Porã.

O acusado contou ao repórter Sidnei Bronka da 94fm, que, ele estava parado com a camionete na Rua toshinobu katayama, próximo de um posto de combustível no centro da cidade.

Marlon, disse que falava ao celular, quando a vitima se aproximou. Ele contou que achava que a vitima fosse uma mulher, e pediu para que ela entrasse no veiculo.

O suspeito deu um beijo na boca da vitima, depois passou a mão no meio das pernas e então percebeu que se tratava de um travesti. Ao perceber que não era uma mulher, o comerciante teria pedido para a vitima descer do veículo.

Nesse momento, a vitima teria anunciado o roubo e queria dinheiro do comerciante. Marlon, disse que não tinha dinheiro, mas teria em casa. Marlon contou que a vitima segurou o pescoço dele e obrigou a deixar o local em que estavam.

O comerciante deixou o local, e se deslocou até o bairro que mora. Marlon contou que parou o carro em frente a casa de um Guarda Municipal. Ele alega, que nesse momento o travesti pegou a chave da camionete.

Marlon pegou a arma que estava de baixo do banco da camionete. A vitima ao perceber que o acusado estava armado saiu do interior do veículo e correu.

Segundo comerciante, ele efetuou três tiros em direção a vitima, e um dos disparos atingiu as costas do travesti que caiu próximo da camionete.

Marlon se aproximou, da vitima já caída e disparou, mas dois tiros, no rosto e no peito. Um Guarda Municipal, que mora próximo do local do crime ouviu os disparos e prendeu o comerciante que estava com a arma na cintura.

Levado até a delegacia, Marlon contou que agiu em legitima defesa. Ele acabou sendo autuado em flagrante acusado de homicídio. O corpo da vitima, ainda não identifica foi encaminhado ao IML de Dourados.

(Fotos: Vicentina Online)

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE