A arrancada de Juliana dos Santos não surpreendeu apenas o estádio. Ao ser a primeira a cruzar a linha de chegada, nem a própria atleta parecia acreditar. A euforia ficou ainda mais visível no abraço apertado que deu em seu técnico, Adauto Domingues. Durante a disputa, encarou rivais com ritmo forte e soube controlar.

De forma tática e bem pensada, atacou somente nos últimos 600m. Passou uma rival de cada fez e chegou ao ouro nos 5.000m no Pan de Toronto.

O tempo de 15m45s97 é o seu melhor na carreira. Brenda Flores, do México, ficou com a prata, com 15m47s19. Kellyn Taylor, dos Estados Unidos, completou o pódio.

"Foi a melhor prova da minha vida! Não estou nem acreditando ainda! Era uma prova muito forte. Olhei para os tempos, mas disse que ia correr. Até onde eu aguentar. Falei que não ia desistir. Quando eu me vi em terceiro lugar, sem saber se estava perto, o telão não mostrava, ia junto com essa menina (mexicana), para tentar pegar o primeiro lugar. Eu ainda não sei correr os 5.000m direito. Que continue assim, né?", brincou.

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE