Depois da vitória de virada por 2 a 1 do Uruguai sobre o Brasil, nas semifinais do torneio de futebol dos Jogos Pan-Americanos de Toronto, o atacante uruguaio Nicolás Albarracín fez questão de colocar o dedo na ferida.

"Já sabemos que o Brasil é um adversário duríssimo, mas quando joga contra times uruguaios, não sei o que acontece, mas eles amarelam um pouquinho", comentou Albarracín.

A seleção brasileira jogou mais de uma hora com um homem a mais em campo, chegou a abrir o placar a 20 minutos do fim, mas teve um expulso em seguida e levou uma virada relâmpago, aos 40 e 41 do segundo tempo.

"A partida estava perdida, mas demos sorte. Aconteceram algumas coisas lá em cima, com os deuses do futebol, e conseguimos ganhar o jogo", completou.

A seleção brasileira terá que se recuperar da desilusão no domingo, na disputa do bronze com o perdedor do duelo entre México e Panamá.

O Brasil não conquista o ouro do futebol masculino em Jogos Pan-Americanos há 19 anos, desde a edição de 1987, em Indianápolis.

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE