O atual empresário de Cris Cyborg, George Prajin, esclareceu na noite de sábado a confusão sobre a suposta oferta do UFC para que sua cliente enfrentasse Ronda Rousey em 5 de dezembro. Segundo Prajin, houve "múltiplas conversas" com dirigentes da organização sobre o possível combate entre as duas melhores lutadoras do mundo na atualidade, mas não especificou se houve, de fato uma proposta. Ele apenas confirmou que a brasileira aceitou a data e o confronto, na categoria de Ronda, peso-galo (até 61,2kg).

- Não negocio pela imprensa, nem abro negociações à imprensa. O que posso dizer, e a única razão pela qual digo isso é por causa do que aconteceu entre Tito (Ortiz) e Dana (White), posso confirmar que houve múltiplas conversas com o UFC na última semana sobre Cris e uma potencial luta em dezembro. Também posso confirmar que o resultado final dessas conversas é que Cris está de acordo em enfrentar Ronda em 5 de dezembro no estádio dos Cowboys (no peso-galo) - afirmou George Prajin ao site "Espn.com".

A confusão começou com uma entrevista de Tito Ortiz, empresário anterior de Cyborg, ao site "MMA Mania", em que revelou que a lutadora teria recebido a oferta para enfrentar a campeã dos pesos-galos do UFC em 5 de dezembro, no estádio do Dallas Cowboys, em Arlington, Texas (EUA). Procurada pelo Combate.com, Cris Cyborg confirmou a existência da oferta, e acrescentou que havia aceito, mas Ronda teria optado por fazer uma terceira luta contra Miesha Tate. Todavia, o presidente do UFC, Dana White, deu entrevista ao site "Yahoo Sports" em que negou ter feito qualquer proposta e acusou Ortiz de estar mentindo.

- Isso foi uma mentira completa. É 100% mentira. Primeiramente, o UFC nem mesmo fala com Tito Ortiz, então começamos por aqui. Não oferecemos nenhum luta (para Cyborg). Tito Ortiz está apenas inventando essa m***. De nenhuma maneira ou forma oferecemos a ela uma luta contra Ronda no Cowboys Stadium. É uma inverdade completa. O problema é que esse tipo de coisa vem à tona quando não há nenhuma verdade nisso. Foi apenas algo que ele decidiu fazer. Mas não é verdade - afirmou Dana White.

Após a notícia da negativa de Dana circular pela internet, Cyborg foi às redes sociais reafirmar que recebeu a oferta, e desta vez foi clara ao dizer que havia aceitado enfrentar Ronda na categoria da campeã do UFC, peso-galo (até 61,2kg). "Eu não estou mentindo nem o Tito - UFC chamou meu gerente no último domingo para ver se eu lutaria com Ronda a 135 (lb, ou 61,2kg) em 5 de dezembro no Estádio dos Cowboys. Eu disse que estou pronta!", escreveu a brasileira.

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE