Um incêndio que pode ter começado em um forno a lenha destruiu um aviário na madrugada desta terça-feira (11) no distrito de Picadinha, em Dourados, a 233 km de Campo Grande. Uma faísca do forno pode ter atingido a lenha seca, causando as chamas, que se espalharam rapidamente.

Pelo menos nove mil pintinhos de quatro dias de vida morreram asfixiados pela fumaça, segundo o proprietário do aviário, Celso Teixeira Barbosa.

Ele e vizinhos do sítio, localizado na margem da MS-162, trabalharam desde 4h30 da madrugada para controlar as chamas até a chegada do Corpo de Bombeiros. O aviário fica a cerca de 30 km da cidade e tinha quase 20 mil aves, segundo o proprietário.

Celso Barbosa ainda não calculou os prejuízos, mas foi a segunda vez que perdeu parte da produção por causa de um incidente em menos de um ano. Em 2014, ele perdeu quase dez mil aves devido a uma falha no disjuntor da rede de energia.

Outro incêndio – O aviário fica a cerca de 8 km da lavoura de cana de açúcar atingida por incêndio ontem à tarde. O fogo chegou a ser controlado por funcionários da usina que mantém o canavial, mas as chamas voltam à noite e foi preciso novo trabalho de contenção. A região é próxima à reserva indígena de Dourados.

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE