Na noite de terça-feira (25), um homem de 41 anos foi preso pelo Setor de Inteligência do Corpo de Bombeiros de Campo Grande. Ele vendia rifas usando o nome da corporação e dizia que a venda era uma forma de ‘facilitar’ a concessão de alvarás de funcionamento para empresas.

Empresários de vários ramos foram vítimas do golpista, que vendia as rifas por R$ 200. A informação é de que ele extorquia as vítimas usando o nome do Corpo de Bombeiros.

A Diretoria de Inteligência dos bombeiros fez a prisão em flagrante do estelionatário por volta das 20 horas de terça-feira, na Rua José Paes de Faria, no Jardim Jacy.

Ele tinha acabado de vender uma rifa e estava com o talão e R$ 200 no momento da prisão. O Corpo de Bombeiros salienta que não faz qualquer tipo de promoção para arrecadar fundos e não facilita a concessão de alvarás por meio de pagamento. O estelionatário não é ligado aos bombeiros e afirmava que estava a serviço de uma associação de sargentos.

Como o golpista afirmava ser bombeiro militar e prometia vantagens, os comerciantes ficavam intimidados, com medo de represálias, e compravam as rifas.

O suspeito, de 41 anos, foi preso e já tinha passagens por estelionato. Ele foi encaminhado para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Piratininga, onde o caso foi registrado.

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE