A Secretaria de Estado de Saúde (SES) confirmou o primeiro caso de contaminação da Chikungunya dentro do território sul-mato-grossense.

O paciente é de Corumbá, município a 417 km de Campo Grande, na fronteira com a Bolívia onde já há evidências da circulação do vírus.

Conforme os dados da SES, do início do ano até agora foram 96 notificações da doença. O primeiro caso confirmado envolveu um morador de Campo Grande. A diferença é que a contaminação não se deu no Estado, mas na Colômbia.
Os sintomas da doença são febre e dor intensa nas articulações, acompanhadas ou não de inchaço.

Após o aparecimento dos sintomas, as recomendações são manter o repouso, aumentar a ingestão de líquido, procurar uma unidade de saúde, evitar a exposição à mosquitos e manter a amamentação, em caso de gestantes.

As dicas de prevenção são as mesmas para evitar a proliferação do mosquito da dengue, como descartar todos os objetos não utilizados que puderem acumular água e trocar a água das plantas a cada três dias.

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE