Rodeada de críticas desde sua estreia, “Babilônia”, da Globo, chegou ao fim nesta sexta-feira (28) apresentando os desfechos dos seus protagonistas.

Entre as surpresas, esteve o autor da morte de Murilo (Bruno Gagliasso). Otávio (Herson Capri) foi o responsável por matar o cafetão durante uma festa. Enquanto que Osvaldo (Werner Schunemann) atropelou Ivan (Marcello Melo Jr.) neste mesmo dia, após vê-lo tirando fotos em frente à boate.

Os autores também surpreenderam os telespectadores com os beijos dos casais gays: Teresa (Fernanda Montenegro) e Estela (Nathalia Timberg); Ivan e Sérgio (Claudio Lins). Porém, os novelistas foram criticados nas redes sociais por terem deixado Guto (Bruno Gissoni) impune após tentativa de estupro, atropelamento com lancha e ataques homofóbicos.

Beatriz e Inês terminam dentro de carro e caindo de penhasco

Fim das vilãs

Mesmo com Beatriz (Gloria Pires) confessando ter sido a assassina de Sebastião (Val Perré), Inês (Adriana Esteves) foi a condenada. Em seguida, as duas foram presas e ficaram na mesma cela na prisão.

Ao conseguirem fugir, com ajuda de Aderbal (Marcos Palmeira) e um policial, as amigas rivais lutaram e caíram num penhasco. A sequência, que mostraria a previsível morte, no entanto, não foi exibida. Elas terminaram a novela com a imagem paralisada e se olhando dentro do veículo.

Assim como em primeiro capítulo, Teresa e Estela se beijam no fim

 

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE