A Seleção Brasileira obteve a sua segunda vitória após a fraca campanha na Copa América. Na noite desta terça-feira, três dias após fazer 1 a 0 sobre a Costa Rica, a equipe de Dunga ganhou dos Estados Unidos por 4 a 1 em Foxborough. Os gols foram de Hulk, Neymar (que entrou em campo no início do segundo tempo e anotou duas vezes) e Rafinha. Williams descontou.

O amistoso encerrou a preparação do Brasil para as Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018. A estreia será contra o Chile (atual campeão continental), em 8 de outubro, em Santiago – sem o punido Neymar.

Para ganhar confiança, nada melhor do enfrentar os Estados Unidos – ao menos segundo o histórico de jogos com o adversário. A Seleção Brasileira derrotou os norte-americanos em 17 ocasiões, contabilizada a goleada desta terça-feira, e só perdeu uma vez, na Copa Ouro de 1998.

Sem conseguir amenizar o histórico negativo, os Estados Unidos ficam ainda mais pressionados, já que vinham de eliminação diante do Panamá na Copa Ouro. Por outro lado, o time dirigido por Jurgen Klinsmann colecionava bons resultados em amistosos, com vitórias em cima de Peru (2 a 1), Guatemala (4 a 0) e até Alemanha (2 a 1) e Holanda (4 a 3), os algozes do Brasil na última Copa do Mundo.

O jogo – A Seleção Brasileira não demorou a ficar em vantagem em Foxborough. Aos oito minutos, Willian carregou a bola do meio para a direita, vencendo a marcação norte americana, e fez o cruzamento. Acertou a trave. Na sobra, Hulk voltou a mostrar oportunismo para clarear e chutar forte para a rede.

Com 1 a 0 no placar, o Brasil ganhou tranquilidade para impor o ritmo que queria diante dos Estados Unidos. Buscou bastante o jogo pelos lados do campo, com Fabinho e Marcelo ganhando apoio constante de Willian e Douglas Costa. Lucas Lima, assim, ficava mais apagado.

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE