Conforme noticiado pelo NaTelinha, a Justiça de São Paulo expediu um mandado de prisão para o cantor Latino na última terça-feira (08), pela falta de pagamento de pensão alimentícia de sua filha mais nova, Valentina, de 2 anos, fruto de seu relacionamento com a empresária Gláucia Roberta de Souza e quem só viu uma vez.

Porém, o artista conseguiu evitar sua prisão, ao fazer nesta quinta (10) um acordo com a mãe da criança e uma petição para revogar o pedido de prisão foi anexado ao processo.

Em conversa com o UOL, o advogado de Latino, Bruno Gomes, contou: "Agora é só esperar a decisão da Justiça, mas Latino está tranquilo em casa e só esperando a notícia de que não existe mais o perigo de uma detenção".

Também procurado, o advogado de Gláucia, Fernando Abrahão, confirmou o acordo e explicou: "Fizemos um acordo, sim, e dividimos o valor devido em duas vezes. A primeira parte foi paga na hora e a segunda deverá ser paga no próximo dia 18. O pedido de prisão está suspenso, mas caso o pagamento não aconteça, podemos voltar com ação".

A ordem judicial aconteceu por conta de uma dívida referente aos meses de setembro de 2014 a setembro de 2015, o que deve girar em torno de R$ 140 mil.

No último mês de agosto, Latino, que é pai de nove filhos, foi intimado a pagar os três primeiros meses de pensão alimentícia para não ser preso. Então, 30 mil reais foram depositados em juízo, referentes a junho, julho e agosto de 2014, época em que o processo foi aberto.

A ação só acabou sendo concretizada este ano porque o cantor não era encontrado para ser notificado.

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE