O Estabelecimento Penal Feminino Luiz Pereira da Silva, em Jateí, elegeu nessa terça-feira (29) a sua Miss Primavera 2015, que irá representar o presídio no Miss Penitenciária MS, programado para acontecer no dia 28 de novembro na Capital e que reunirá as mais belas internas dos presídios femininos de todo o Estado.

A competição reuniu seis candidatas que desfilaram ao melhor do glamoroso e descontraído estilo dos anos 20, fantasiadas de melindrosas, com vestidos oferecidos pela direção da unidade prisional. As misses também subiram à passarela com o traje banho (biquíni e canga).

Todo o desfile foi coreografado pela agente penitenciária Rosangela Duch dos Santos e a maquiagem oferecida por consultoras da Mary Kay em Dourados. O evento também contou com apresentação do grupo de dança do ventre “Raqs Salima”, de Dourados.

A rondoniense Monalisa Rodrigues Silva, 21 anos (foto abaixo), venceu outras seis candidatas e conquistou o título no presídio de Jateí. Presa por tráfico de entorpecentes desde julho deste ano, ela afirmou que vê na vitória um estímulo para “mudar o próprio destino”. “Estou muito feliz, sei que beleza não é tudo, mas isso me faz acreditar que sou capaz de vencer outros desafios”, afirmou após ser anunciado o título.

O segundo lugar ficou com a interna Glauce Kemilly Louveira Assis Chaves, 25 anos, natural de Antônio João/MS, e o 3º lugar Tatiane Michele Dos Santos, 23 anos, de Iguatemi/MS.

A diretora da unidade prisional, Maria Lúcia de Souza Freitas, destacou a importância de oferecer atividades de interação e de estímulo às mulheres em situação de prisão. “O concurso afeta positivamente não só as que estão competindo, como todas as demais que acabam se envolvendo de uma forma ou de outra, seja ajudando na organização, seja participando como torcedora’, disse.

O presídio de Jateí é o quinto a eleger uma representante para o concurso Miss Penitenciária MS, já tendo sido escolhidas também as misses de Campo Grande, Corumbá, Rio Brilhante e Três Lagoas. Na quarta-feira (30) o concurso aconteceu nas unidades de São Gabriel do Oeste e de Ponta Porã.

Segundo o diretor-presidente da Agepen, Ailton Stropa Garcia, apesar de estar em sua 8ª edição, o Miss Penitenciária Estadual foi institucionalizado este ano como parte do calendário oficial de eventos do Sistema Penitenciário de Mato Grosso do Sul. “Buscamos oferecer às nossas custodiadas ações que possibilitem a reinserção no meio social e  que estimulem a autoestima”, concluiu.

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE