A Chapecoense segue vive na Sul-Americana. Pelo jogo de voltas das oitavas de final, a equipe catarinense despachou o Libertad-PAR por 5 a 3 na decisão dos pênaltis. Na Arena Condá, em Chapecó, as duas equipes ficaram no empate por 1 a 1 no tempo normal, mesmo resultado da semana passada em Assunção.

A Chapecoense começou levando um susto com o gol de Mencia logo aos 4 minutos da primeira etapa. Mas os donos da casa reagiram rápido e deixaram tudo igual aos 8, com Túlio de Melo.

Precisando de mais um gol para ficar com a vaga, a Chape viu a situação ficar mais complicada logo no primeiro minuto da etapa final. Wanderson fez falta dura em González e recebeu o cartão vermelho.

Mesmo assim a equipe se segurou com um homem a menos até o fim e a decisão da vaga foi para a disputa de pênaltis.

Bruno Rangel colocou a Chape em vantagem e López desperdiçou a primeira cobrança do Libertad. Na sequência, Neto, González, Cléber Santana e Balbuena converteram os chutes.

Na abertura da quarta série, Gil fez 4 a 2 e Aquino voltou a diminuir para os paraguaios. Na quinta cobrança, Tiago Luís foi pra bola com a chance de selar a classificação e não vacilou: 5 a 3.

Nas quartas de final, a Chapecoense vai enfrentar o atual campeão River Plate, que passou pela LDU nas oitavas.

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE