Ronevon Balta Custodio, de 32 anos, foi preso, na manhã desta quinta-feira (1), no Paraguai, apontado como responsável pela morte do motorista Ronaldo Alegre Ribeiro, 40. O criminoso se passou por cliente e contratou Ribeiro para fazer um frete, mas acabou executando o motorista com tiro de revólver calibre 32 e abandonando o corpo próximo a um matagal em Aquidauana, distante 143 km de Campo Grande.

Boletim de ocorrência pelo desaparecimento da vítima foi registrado na última terça-feira (29), quando ele saiu para fazer o serviço e não retornou. O GPS do caminhão passou a ser monitorado por policiais e o veículo foi localizado em uma marcenaria na cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero, que faz fronteira com Ponta Porã (MS), onde passaria por reparos na pintura. O suspeito foi preso e a arma usada no crime foi apreendida.

Ao delegado Jarley Inácio de Souza, Custodio confessou o crime, alegando ter disparado acreditando em uma reação da vítima. "Ele disse que mandou o motorista parar e deu um tiro na cabeça com ele dentro do caminhão. Ele é extremamente frio", pontuou o delegado.

Segundo o delegado, o procedimento de expulsão de Ribeiro do Paraguai para a delegacia de Aquidauana, que está a cargo das investigações, deverá ser concluído no fim da tarde desta quinta-feira (1º).

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE