Após emplacar, com inesperado sucesso, cinco filmes com o tema Copa do Mundo no ano passado, a produtora Brasileirinhas lança ano que vem o primeiro pornô brasileiro com temática olímpica.

Assim como foi na Copa, quer aproveitar a realização no país dos Jogos do Rio, outro grande evento esportivo que mexe com o imaginário popular.

Como as imagens, dos anéis olímpicos, a palavras “Olimpíada”, e o termo “Rio-2016” são propriedade do COI (Comitê Olímpico Internacional), o filme se chamará “oIo píada do Sexo”, trocadilho gráfico com o nome da competição.

“Não dá para usar o termo olimpíada, porque o pessoal do COI fica de olho nos direitos. Vamos deixar bem claro que se trata de uma paródia para evitarmos problemas [legais]”, explica Clayton Nunes, proprietário da Brasileirinhas. “O pessoal da Fifa, nesse sentido, quando fizemos nossos filmes da Copa, foi bem tranquilo.”

A denominação das “competições” que o elenco do filme disputará serão trocadilhos com provas reais ou versões eróticas, como a cerimônia de acendimento da tocha, salto com vara, 100 m com barreiras, luta no gel, arco e flecha e esgrima.

“Esse tipo de filme divulga mais as atrizes, que é o que elas procuram”, justifica Nunes.

A produtora descobriu ano passado que lançar filmes ligados a um grande evento esportivo organizado no Brasil tem o potencial para ser um grande sucesso.

“Fomos pegos de surpresa com o interesse gerado pela Copa do Mundo no Brasil [em 2014]. Tivemos que cancelar, de última hora, a produção de alguns filmes para lançar às pressas mais produções que tinham como pano de fundo a Copa. As pessoas ligavam, entravam em contato pedindo por isso. Acabamos produzindo cinco deles no ano passado. Acho que foi porque foi a primeira Copa no Brasil em muitos anos”, argumenta Clayton Nunes, proprietário da Brasileirinhas.

Por conta da escassez de tempo, um deles foi uma antologia, com a maioria das cenas reaproveitadas de produções anteriores também ligadas ao mundo do futebol.

Apesar de apostar nos Jogos, a produtora não acredita que a paródia olímpica repetirá o mesmo sucesso do Mundial de futebol.

“De Olimpíada deve ser um filme mesmo. Copa do Mundo tem outra pegada, né? Além disso, acho que estamos passando pela ‘ressaca da Copa’”, afirma Nunes, que ao mesmo tempo não descarta a possibilidade de uma série de filmes adultos que façam alusão à realização dos Jogos Olímpicos no Brasil.

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE