Um jogador argentino com a camisa da seleção brasileira parece algo inimaginável, mas não para Lucas Pratto, centroavante do Atlético-MG. Vice artilheiro do Campeonato Brasileiro, com 12 gols, e goleador alvinegro na temporada 2015, com 22 gols, falou pela primeira vez sobre não figurar nas convocações de Gerardo Martino, técnico da seleção argentina.

O artilheiro do Atlético comentou sobre o assunto durante uma entrevista para a rádio Uno FM, da Argentina. "Na seleção argentina, para o ataque, sempre chamam os mesmos jogadores. Se o treinador não olha para este lado, vai ser difícil que chamem outros jogadores", declarou Lucas Pratto, que deixou em aberto até mesmo a possibilidade de atuar pela seleção brasileira.

"Meu sonho é jogar na seleção argentina. Se não me chamam e aparece o Brasil, não sei, teria que ver", completou o atleticano, que está bem adaptado ao futebol brasileiro e a Belo Horizonte. Inclusive, nesta quinta-feira, Lucas Pratto inaugura a primeira das três academias de ginástica que pretende abrir na capital mineira, cada uma com investimento de aproximadamente R$ 3 milhões.

O nome de Lucas Pratto na seleção argentina ganhou força depois do começo ruim da equipe de Gerardo Martino nas Eliminatórias para a Copa do Mundo. Derrota em Buenos Aires para o Equador e empate com o Paraguai, em Assunção. Como a equipe não marcou nenhum gol até o momento, Pratto foi lembrado pela imprensa e alguns torcedores por causa da boa temporada no Brasil. Já são 22 gols em 47 partidas pelo Atlético, que segue na briga pelo título brasileiro.

No entanto, para defender a seleção argentina, Lucas Pratto vai ter de esperar até 2016. Gerardo Martino já convocou os jogadores para os dois próximos duelos pelas Eliminatórias, contra Brasil e Colômbia, nos dias 11 e 17 de novembro, respectivamente. O nome do atacante do Atlético não está na lista.

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE