Os ataques da praga Helicoverpa armigera estão sob controle no estado do Mato Grosso do Sul. A afirmação foi dada pela Agência Estadual de Defesa Animal e Vegetal (Iagro).

Conforme a entidade, a lagarta ainda está presente, porém monitorada e controlada em lavouras de soja no Norte do estado em cidades como Chapadão do Sul, Água Clara e Paraíso das Águas.

O engenheiro-agrônomo e chefe da Divisão de Defesa Sanitária Vegetal da Iagro, Filipe Petelinkar, assegura que na atual safra não houve necessidade de notificar o Ministério da Agricultura a fim de obter autorização para uso emergencial de produtos para conter os avanços da Helicoverpa armigera.

Para safra 2015/16, Petelinkar adiantou que já existem recursos para as atividades de vistoria e monitoramento da praga após a implantação das lavouras, especialmente, entre os meses de outubro de 2015 e janeiro de 2016. Dos 79 municípios do estado, 65 são produtores de soja e milho.

Na safra 13/14, foram plantados 2 milhões e 117 mil hectares de soja, e na safra 14/15 as lavouras atingiram área de 2 milhões e 300 mil hectares, conforme os dados do IBGE.

No ciclo 13/14, a proliferação da praga em lavouras de soja e algodão levou o estado do Mato Grosso do Sul a decretar estado de emergência fitossanitária devido ao risco de surto da praga.

Os prejuízos foram contabilizados em áreas de Chapadão do Sul, São Gabriel do Oeste, Naviraí, Maracaju e Paraíso das Águas.()

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE