Cerca de 1,7 mil condutores foram multados por excesso de velocidade nas rodovias federais de Mato Grosso do Sul entre sexta-feira (30) e domingo (1º), conforme balanço parcial da operação Finados divulgado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). Um deles é um motociclista que foi flagrado a 231 km/h.

Esse foi um dos flagrantes de excesso de velocidade feitos por radares fotográficos da PRF na tarde de domingo nas imediações de Campo Grande. Os policiais rodoviários registraram as imagens na BR-163, BR-262, BR-060 e macroanel.

Segundo a PRF, os flagrantes são de condutores que iam em direção à capital sul-mato-grossense, o que pode indicar retorno de viagem. Geralmente, de acordo com a PRF, a maioria dos acidentes acontece no retorno, pois os motoristas estão mais relapsos e costumam ter velocidade maior, principalmente nos últimos 50 quilômetros antes do destino.

Conforme o Código de Trânsito Brasileiro, nas rodovias, caso não haja sinalização regulamentadora, a velocidade máxima permitida é de: 110 km/h para automóveis, camionetas e motocicletas; 90 km/h para ônibus e micro-ônibus; 80 km/h para os demais veículos.

Punição - Quem é flagrado em velocidade acima da permitida pode ter a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensa imediatamente. Além disso, de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, os excessos com mais de 50% do limite serão punidos com multa gravíssima (três vezes), equivalente a R$ 574,62, e ficará retido sem a habilitação.

A simples troca de luz alta intermitente entre veículos para sinalizar a presença de fiscalização policial na rodovia está sendo multada, de acordo com a PRF.

Parcial - O balanço parcial da operação Finados aponta que 16 acidentes foram registrados entre sexta-feira e domingo nas rodovias federais do estado. Um teve morte e sete tiveram feridos.

No período, 3.184 veículos e 3.089 pessoas foram abordados e fiscalizados e quase 1 mil testes de bafômetro foram feitos; foram 31 multas por embriaguez, 147 por ultrapassagens indevidas e 33 por falta de uso de cinto de segurança; 40 CNHs e 82 Certificados de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLVs) foram recolhidos por irregularidades.

► Curta o Vicentina Online no Facebook e fique por dentro de tudo das notícias da sua cidade!

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE