Karim Benzema reconheceu às autoridades do país seu envolvimento no caso de extorsão contra Mathieu Valbuena. Investigado por participação na chantagem ao colega de seleção devido a um suposto vídeo íntimo, o atacante do Real Madrid passou a noite na prisão e foi levado nesta quinta-feira para prestar depoimento a um juiz em Versailles, região metropolitana dea Paris. A informação foi divulgada por jornais e TVs francesas, além da agência de notícias AFP.

Na quarta-feira, Benzema foi detido e passou última noite sob custódia de autoridades francesas. Por volta das 9h (horário local, 6h de Brasília) desta quinta, deixou a delegacia para se apresentar ao magistrado, que determinará o grau de responsabilidade do atleta no caso. A expectativa é que o jogador seja indiciado como cúmplice em tentativa de extorsão.

"Benzema admitiu ter falado com Valbuena a pedido de um amigo de infância, que foi abordado por três chantagistas que estavam de posse do vídeo íntimo", disse uma fonte próxima à investigação para a AFP. No entanto, ainda segundo a imprensa europeia, o atacante alegou - sem dar detalhes - ter sido forçado pelos próprios donos do vídeo a intermediar o contato com o compatriota.

Mathieu Valbuena alega ser alvo de chantagem de um grupo, que cobraria 150 mil euros (cerca de R$ 620 mil) para não divulgar imagens de um vídeo íntimo do atleta com a namorada. Karim Benzema, por sua vez, seria o intermediário entre o grupo e o companheiro de seleção francesa.

De acordo com a emissora francesa BFM TV, o próprio Valbuena teria revelado às autoridades ter sido abordado por Benzema sobre o vídeo íntimo durante convocação de ambos para a seleção francesa, no dia 5 de outubro. A conversa teria tido um "tom de ameaça".

Benzema teria tomado conhecimento do vídeo íntimo de Valbuena através de um amigo de infância, que seria a ligação entre o atacante do Real Madrid e três homens detidos em outubro por terem roubado a filmagem.

A expectativa é que o jogador seja liberado nesta quinta-feira. Porém, até o julgamento do caso, Benzema teria que reportar suas atividades às autoridades francesas e pode até ter seu passaporte retirado.

"Benzema não tem nada a esconder. Ele está feliz, até satisfeito, de colocar um ponto final nesta cansativa controvérsia", disse o advogado do jogador, Sylvain Cormier.

Curiosamente, o caso envolvendo Karim Benzema e Mathieu Valbuena coincide com a convocação da seleção francesa. O técnico Didier Deschamps convocará nesta quinta-feira a equipe para amistosos contra Alemanha (dia 13, no Stade de France) e Inglaterra (dia 17, em Wembley). Benzema, lesionado, deve ficar fora da lista.

► Curta o Vicentina Online no Facebook e fique por dentro de tudo das notícias da sua cidade!

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE