O delegado Humberto Perez Lima, registrou boletim de ocorrência por prevaricação durante a manhã desta quinta-feira (5) no 1º Distrito Policial de Dourados contra um médico legista do Estado que teria se negado a realizar o exame de corpo de delito no professor Benedito Cantelli, agredido e internado no Hospital da Cassems desde a tarde de quarta-feira (4).

De acordo com o registro policial, o servidor foi convocado a constatar e avaliar a gravidade das lesões corporais na vítima, porém, o mesmo se negou a realizar o exame.

Cantelli foi agredido pelo ex-genro, Marcelo Vianna Andreatta e deu entrada na unidade de saúde com vários ferimentos.

O suspeito foi preso na tarde do mesmo dia em um bar localizado na rua Major Capilé. Levado para o 1º Distrito Policial, ele prestou depoimento e foi liberado para responder o processo em liberdade.

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE