Um empate nunca significou tanto para o Operário-MS. O 1 a 1 com o Maracaju neste domingo no Ninho da Águia garantiu o Galo na primeira divisão estadual em 2016. A volta do alvinegro à elite sul-mato-grossense ocorre cinco anos após a queda para a segundona e o afastamento pela Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul (FFMS) por contrariar o regulamento da 

Tudo conspirava contra o Operário-MS até o último lance do jogo. O time campo-grandense teve muitas chances de gol perdidas, muitas delas graças ao goleiro Gelson, que fez defesas milagrosas para o Maracaju. A situação ficou mais complicada para o Galo quando o centroavante adversário Pablo abriu o placar aos 5 minutos e meio do segundo tempo.

Lanterna e sem chances de subir à elite do futebol sul-mato-grossense em 2016, o Maracaju quase melou a festa do alvinegro. Só que, nos acréscimos, no último minuto, Dieguinho balançou a rede para empatar a partida e levar o galo à elite estadual.

O caneco da segundona deste ano ainda está sem dono. O Operário-MS só depende de mais um empate ou de uma vitória para ficar com o título. O Itaporã ainda tem chance, mas precisa vencer e torcer por um tropeço do Galo.

Na última rodada do quadrangular final da Série B, no sábado que vem, Operário enfrenta, fora de casa, Aquidauanense; Itaporã recebe Maracaju no Chavinha. Os dois jogos começarão às 16h (de MS).

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE