Enem 2020 pode ser aplicado em um só dia por causa do coronavírus

Exame foi adiado e data ainda será definida

| MIDIAMAX


Alunos do sistema de ensino COC fazem simulado do Enem.

O Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais) estuda aplicar o Enem 2020 em apenas um dia, não em dois como ocorre normalmente. O objetivo principal seria minimizar o contato entre os participantes em meio à pandemia do coronavírus e reduzir riscos de contaminação. As informações são da Folha de S. Paulo.

Para aplicar o exame em apenas um dia, técnicos do órgão, ligado ao MEC (Ministério da Educação), analisam a redução no número de questões. A ideia é forte dentro do Inep, mas a análise ainda é inicial por conta de desafios metodológicos.

Atualmente, o Enem é dividido em dois dias, com provas de 90 questões a cada dia –além da redação, aplicada no primeiro dia. Os candidatos tinham 5h30 no primeiro dia e 5h para as provas finais.

O governo Jair Bolsonaro (sem partido) confirmou na quarta-feira (20) o adiamento do Enem em 30 ou até 60 dias, sem definir datas exatas até agora. O ministro Abraham Weintraub (Educação) vinha ignorando pedidos de secretários de Educação para mudar as datas, mas só mudou de postura após uma iminente derrota no Congresso.

O Senado já aprovou projeto para o adiamento do Enem e a matéria está na Câmara. O próprio Bolsonaro deu aval para a alteração após ser informado de que não haveria condições de segurar o tema no legislativo.

As provas estavam marcadas para os dias 1º e 8 de novembro (em papel) e 22 e 29 do mesmo mês (em computador). Dessa forma, o governo considera aplica-las em dezembro ou janeiro.

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE