Com 56 prisões até agora, Guarda fecha festa com mais de 80 na Capital

Enquanto as festas continuam, casos de Covid-19 aumentam a cada 24 horas

| CORREIO DO ESTADO / BRUNA AQUINO


Mesmo com a mudança do horário no toque de recolher, o frio e o aumento de casos do novo coronavírus em Campo Grande neste fim de semana não abalou os planos de festas clandestinas espalhadas pela cidade. 

Com a prisão de 56 pessoas por organizar festas proíbidas nos últimos 33 dias, a Guarda Civil Metropolitana conseguiu frustrar mais uma comemoração inadequada com mais de 80 pessoas, entre eles adolescentes, no bairro Portal Caiobá, região sul, na madrugada desta segunda-feira (29). Confira o vídeo ao final.

E não é só no fim de semana que as festas estão 'a todo vapor'. Na última quinta, a Guarda fechou uma festa escondida dentro de bar com cerca de 100 jovens no Jardim Campo Nobre e muita bebida alcoólica. 

Para o secretário Municipal de Segurança Pública, Valério Azambuja, os responsáveis por festas que estão causando aglomerações e colocando a saúde das pessoas em risco por conta do contágio estão sendo penalizados e estão respondendo por processos judiciais que envolvem crimes de desobediência e riscos a saúde pública de Campo Grande. 

“A palavra é consciência. As pessoas têm que colocar em prática ser consciente, não tem necessidade de sair sexta, sábado e domingo e acabar se somando a uma parcela que está errada, a população deve contribuir, nesse exato momento e quanto menos pessoas na rua e festas, teremos a situação sob controle', disse. 

Segundo a Guarda, durante o toque de recolher estabelecido em Decreto Municipal com novo horário, só na madrugada desta segunda, cinco pessoas foram encaminhados à delegacia por violar a Medida Sanitária Preventiva, sendo um deles, preso por tráfico de drogas.

AUMENTO DE CASOS

Enquanto os servidores da Guarda precisam encontrar ‘esconderijos de diversão’ durante a noite, no dia a dia, aumenta o número de infectados em todo o Estado. 

Hoje, Mato Grosso do Sul chegou a 7.676 casos acumula 75 mortes. Entre ontem e hoje, mais 149 casos foram confirmados. Desses novos casos, 53 foram registrados em Campo Grande que soma 2.028 casos da doença. 

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE