Município obriga uso de pulseiras para identificar quem tem covid-19 em MS

Pacientes suspeitos deverão usar pulseiras amarelas, enquanto os confirmados utilizarão vermelhas

| GUILHERME CORREIA / CAMPO GRANDE NEWS


Vista aérea do município de Água Clara, que confirmou 23 casos de pessoas com covid-19 (Foto: Reproduçao/Água Clara MS)

A Prefeitura de Água Clara, município distante 198 quilômetros de Campo Grande, publicou ontem (28) em diário oficial, decreto obrigando pessoas que estiverem com covid-19, ou sob suspeita da doença, a utilizar pulseiras coloridas para identificação.

De acordo com o decreto, o protocolo começa com pacientes que apresentarem sintomas gripais atendidos no 'Centro de Atendimento Especializado ao COVID-19', que é um anexo ao Hospital Municipal Nossa Senhora Aparecida, na Rua Francisco Vieira, Jardim Nova Água Clara.

Após o exame, os que apresentarem 'suspeita de contaminação' com o novo coronavírus, serão identificados por uma pulseira amarela. Já as pessoas que obtiverem resultado positivo para o teste, serão diferenciadas a partir de uma pulseira vermelha.

Para entender os detalhes do decreto, o Campo Grande News tentou contato por telefone a Sesaup (Secretaria Municipal de Saúde Pública), mas o secretário, Rondiney Ribeiro da Silva, não atendeu a ligação.

Apesar disso, a assessoria do prefeito Edvaldo Alves de Queiroz (PDT), informou que, depois de conversas e da polêmica instalada na cidade, o decreto foi revisto e deve ser revogado ainda hoje.

'[A Saúde] decidiu inicialmente que haveria isso porque um confirmado daqui da cidade foi na casa do vizinho, tomou café e não falou nada. Aí tiveram essa ideia, mas que vai ser revogada hoje, já que não vai haver muita garantia, não tem nenhum dispositivo para mapear, a pulseira é muito frágil'.

Também foi afirmado que os pacientes positivados continuarão assinando termo, e sendo mapeados pela vigilância como forma de controlar quem está com a doença.

Precaução - Com objetivo de evitar o contágio e propagação do coronavírus, o mesmo decreto também especifica toque de recolher das 20h às 5h, uso obrigatório de máscara e proibição de eventos e aglomerações.

Segundo boletim da SES (Secretaria Estadual de Saúde), Água Clara possui 23 casos confirmados de covid-19, sendo que apenas 7 já foram curados. Apesar disso, a assessoria do prefeito fala em 14 pessoas curadas da doença, o que pode ser justificado pelo atraso no repasse de informações.

O município possui 15.522 habitantes, segundo estimativa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE