Aeronave que caiu com dois ocupantes seguia para fazenda em Corumbá

O Seripa foi acionada para coletar dados: fotografar cenas, retirar partes da aeronave para análise e ouvir testemunhas

| VIVIANE OLIVEIRA E GEISY GARNES / CAMPO GRANDE NEWS


Equipes da Dracco voltaram ao local nesta amanhã para apurar as causas do acidente (Foto: Marcos Maluf)

A aeronave com prefixo PT-KJU que caiu na manhã de ontem (3) numa propriedade privada próximo ao Aeroporto Santa Maria, na saída para Três Lagoas, seguia para uma fazenda na região de Corumbá, distante 419 quilômetros de Campo Grande.

Segundo a delegada Ana Cláudia Medina, da Dracco (Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado), que voltou nesta manhã ao local com equipes do Seripa (Serviços Regionais de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos), o acidente aeronáutico ocorreu nas proximidades da cabeceira da pista do aeroporto. As causas do acidente ainda estão sendo apuradas.

O avião ficou destruído em meio à área de mata, dentro de uma chácara. O Campo Grande News foi até o local onde ocorreu o acidente, mas não foi autorizado a fazer imagens. Um dos sobreviventes não quis dar entrevista sobre o acidente, só disse que estava dentro do avião no momento da queda. “Foi um susto, mas estamos bem. Ainda não era a hora', brincou.

Técnicos do Seripa foram acionados para coletar dados: fotografar cenas, retirar partes da aeronave para análise, reunir documentos e ouvir relatos de testemunhas que possam ter observado a sequência do acidente. O objetivo é prevenir que novos acidentes com características semelhantes ocorram. O prazo para conclusão da investigação não foi informado. Os destroços do avião devem ser retirados na próxima terça-feira (8).

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE