Para a polícia, morador que atirou em assaltantes agiu em legítima defesa

Dono de casa invadida se apresentou à polícia na tarde desta sexta-feira

| ANA PAULA CHUVA / CAMPO GRANDE NEWS


Asaltante baleado continua internado na Santa Casa. (Foto: Henrique Kawaminami)

O autor dos tiros que matou um e feriu outro assaltante nesta sexta-feira (4) agiu em legítima defesa. Foi a conclusão preliminar da investigação da Polícia Civil.

Ele se apresentou na Derf (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos), entregou da arma usada na tarde de ontem e deu sua versão dos fatos, mas detalhes do depoimento não foram divulgados.

Conforme o delegado Matheus Zampieri, o morador está colaborando com o trabalho da polícia e por isso, foi liberado após depor. “No entendimento da autoridade policial plantonista, ele agiu em legitima defesa', disse em nota.

O assaltante se encontra hospitalizado e foi autuado em flagrante por tentativa de latrocínio.

Assalto – Por volta das 8h de ontem, dois assaltantes, identificados preliminarmente como João Vitor Silveira e Pablo, renderam a empregada enquanto colocava o lixo para fora e entraram na residência. O proprietário reagiu e baleou os suspeitos. Em seguida, fugiu do local.

Os tiros disparados por ele atingiram João na cabeça, duas vezes Ele morreu no local. Já Pablo foi ferido no glúteo e tórax. Ele foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros até a Santa Casa de Campo Grande, onde está internado sob escolta policial.

Segundo apurado pelo Campo Grande News, foi Pablo quem identificou o comparsa pelo nome e relevou que ele teria deixado a cadeia de outro estado há pouco tempo e veio para Mato Grosso do Sul.

 A reportagem constatou também que uma mulher entrou em contato com a polícia, se apresentou como irmã de João e afirmou que ele era do Rio Grande do Sul.

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE