Mãe é presa por obrigar filha a se prostituir para pagar contas da casa

A mulher foi denunciada após bater e expulsar a filha de casa por causa de um programa sexual que não deu certo

| VIVIANE OLIVEIRA E BRUNA MARQUES / CAMPO GRANDE NEWS


Delegada Anne Karine durante entrevista ao Campo Grande News (Foto: Henrique Kawaminami)

Auxiliar de serviços gerais, de 41 anos foi presa em flagrante sob suspeita de obrigar a filha de 16 anos a se prostituir para arcar com as despesas da casa. O caso aconteceu na madrugada desta quinta-feira (15), na Vila Aimoré, em Campo Grande. A mulher só foi denunciada após agredir a filha e a expulsar de casa por causa de um programa sexual que não deu certo.

Conforme a delegada Anne Karine Trevisan, segundo relatos da vítima, a mãe marcou programa sexual para ela pelo WhatsApp, mas não deu certo porque o cliente desmarcou. Ao chegar em casa, foi agredida pela mãe e colocada para fora do imóvel.

Desesperada, a garota acionou a Polícia Militar, que foi até a casa da suspeita.  A mãe foi presa em flagrante por favorecimento a prostituição e lesão corporal por violência doméstica. Na delegacia, a mulher disse que a filha já se prostituía, é rebelde e não consegue controlá-la.

A mãe, segundo a delegada, tem várias passagens pela polícia que vão desde furto a lesão corporal dolosa. Ela permanece presa e vai passar por audiência de custódia na Justiça nesta sexta-feira (14), para definir se continuará presa esperando o andamento do inquérito ou se poderá responder em liberdade. Já a adolescente ficou sob a guarda do Conselho Tutelar.

O Campo Grande News não divulgou o nome da mãe, seguindo determinação do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente), para não identificar a adolescente de 16 anos. O caso foi registrado na Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher), mas o caso investigado pela Depca (Delegacia Especializada de Pronto Atendimento à Criança e ao Adolescente).

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE