Mãe descobre que filha de 11 anos era estuprada há cinco meses por peão de fazenda

Justiça determinou a prisão preventiva do peão

| MIDIAMAX


(Ilustrativa)

A Justiça decretou a prisão preventiva de um peão de 26 anos que estuprou durante cinco meses, uma menina de 11 anos, em uma propriedade rural próximo a Ladário a 426 quilômetros de Campo Grande. A prisão foi decretada nesta quarta-feira (18), pela 2º Vara Criminal.

Os estupros começaram em agosto de 2019 e perduraram até janeiro deste ano, quando a mãe da menina descobriu sobre os abusos. A menina foi morar com a mãe em meados de 2019, em uma fazenda sendo que o peão frequentava a casa da criança já que era amigo do irmão da vítima.

Nestes cinco meses, a menina foi estuprada sistematicamente pelo homem, que perseguiu a criança mesmo depois da sua mudança para a cidade com a mãe momento em que acabou contando sobre os estupros.

O peão passou a mandar mensagens para a criança e a persegui-la sempre que a via na rua. A criança está sendo acompanhada por psicólogos e o caso ainda segue em investigação. A prisão foi decretada, após a denúncia de perseguição do homem a criança, que contou em depoimento especial que ele a ameaçou dizendo que se falasse sobre os abusos para a mãe, ela seria presa e a vítima acabaria em um abrigo.

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE