Aposentada caminha 2km até drive e descobre que não pode ser vacinada sem carro na Capital

A imunização acontece em 56 pontos espalhados pelas sete regiões urbanas de Campo Grande

| PAULA MACIULEVICIUS BRASIL E BRUNA MARQUES / CAMPO GRANDE NEWS


Dona Benedita e o marido Sidney foram caminhando até drive-thru. Aos 76 anos, ela poderia ser vacinada, mas sem carro somente nos postos de saúde. (Foto: Henrique Kawaminami)

Frustração era o sentimento de dona Benedita José da Silva, de 76 anos. Na manhã desta quarta-feira (17), a aposentada caminhou 2 quilômetros durante 40 minutos até o Parque Ayrton Senna. No entanto, ao chegar na entrada, soube que o drive thru só vacina quem está de carro, o que não era o caso dela.

Acompanhada do marido, Sidney Borges, de 71 anos, a idosa conta que mora ali no Bairro Aero Rancho mesmo, em um condomínio de casas, e que sem a alternativa de chamar uma corrida por aplicativo, porque os motoristas estão em greve, foi a pé.

'Aquela fila toda lá pra vacinar. Eu estou longe de comprar um carro, não procurei unidade de saúde, porque achei que aqui poderia me vacinar', diz.

Benedita justifica que quando fez o cadastro, disseram a ela que o Parque Ayrton Senna era o local mais próximo. 'Foi uma viagem perdida. Pra ser bem sincera, acho que este negócio de carro é discriminação. Na crise que estamos não temos dinheiro nem pra comprar feijão, você vai andar de carro?' questiona.

O único carro que ela teria acesso era o de motoristas de aplicativos, que anunciaram que não rodariam hoje em protesto pelo aumento de combustível. Injuriada, Benedita disse que iria para casa, apesar de ser orientada a procurar um posto de saúde.

Pontos de vacinação - Nesta quarta-feira (17), a Prefeitura Municipal de Campo Grande começa a vacinação contra a covid-19 em idosos de 76 anos, além de seguir o atendimento de trabalhadores da saúde com mais de 50 anos, conforme calendário pré-estabelecido pela Sesau (Secretaria Municipal de Saúde).

A imunização acontece em 56 pontos espalhados pelas sete regiões urbanas de Campo Grande.

A  orientação é para que as pessoas sigam o calendário e compareçam aos locais com documento de identificação, além do comprovante de recebimento da primeira dose. Caso o paciente não tenha o impresso, é possível ter acesso a carteirinha de vacinação digital, através do site: vacina.campogrande.ms.gov.br.

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE