Vídeo: mulher que perdeu a mãe e a irmã em 3 dias, implora por vaga para o pai que está intubado na UPA

| A ONçA/ONçA PINTADA


O drama de ter a família dizimada pela covid-19. Dauvanice Rocha Amorin, que na quarta-feira perdeu a irmã Zieni Rocha Amorin, no domingo de Páscoa (4) sepultou a mãe Dauria e agora luta por uma vaga pelo pai Eduardo Nunes de Amorim. Um vídeo comovente que mostra toda a dor que ela está sentindo, foi gravado para fazer um apelo pela vaga. O pedido inclusive, foi negado em decisão judicial. 

“Quarta feira enterrei minha irmã Zieni Rocha Amorin, hoje dia 4 domingo de pascoa acabamos de sepultar minha mãe Dauria Rocha Amorin e meu pai Eduardo Nunes de Amorin está entubado no aguardo de uma transferência com risco iminente de morte, conforme o pedido médico na regulação para um hospital que tenha ventilação mecânica e melhores recursos. E nos foi negado o pedido na justiça', contou bastante abatida. 

Dauvinha ainda mostra uma foto com a família e numa reflexão fala sobre como está e como se sente. “Estou destruída, olha nossa foto antes dessa doença e olha agora, eu no vídeo', compara.

Segundo Dauvinha o juiz determinou que seja aguardada fila de regulação. “Entramos com pedido de tutela antecipada para que eles transfiram meu pai urgentemente, o juiz disse que é pra aguardar na fila de regulação , quer dizer perdi minha irmã na quarta, minha mãe sábado, e vai esperar eu perder meu pai também, então venho aqui suplicar quem puder por favor nos ajude a transferir meu pai. Eu não quero que ele sofra o que minha mãe e minha irmã sofreram, eu não quero receber ele num caixão lacrado sem poder vê-lo, eu não quero ter que enterrar ele só de fralda como aconteceu com minha mãe e minha Irmã, por favor meu pai precisa viver ele não sabe da morte da minha mãe, da minha irmã, ele está entubado, saiu da UPA Tiradentes e foi para a UPA do Universitário, ele precisa fazer um exame no tórax para ver como está a infecção, e lá não tem os recursos que o médico pediu, então peço por favor nos auxilie. Ministério Público, que seja, auxilie meu pai eu não quero perde-lo, a minha família não vai aguentar', suplicou num apelo emocionado. 

Outro lado

A reportagem entrou em contato com a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) e a informação é que não há vagas na regulação e que está sendo seguida uma fila de casos conforme a gravidade. São 38 pessoas na fila de espera por um leito de UTI covid. 

Atualmente são 1291 pessoas hospitalizadas devido a covid em todo o Estado, sendo que 741 estão em leitos clínicos e 550 em leitos de UTI. O Estado já soma 4.513 mortes pela doença. 

CLIQUE AQUI E ASSSTA AO VÍDEO

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE