Polícia Rodoviária prende seis traficantes em operação na fronteira

Prisões ocorreram na manhã de hoje na BR-463, entre Ponta Porã e Dourados; acusados moram em São Paulo e Rio de Janeiro

| HELIO DE FREITAS, DE DOURADOS / CAMPO GRANDE NEWS


Três dos quatro carros apreendidos com traficantes, hoje na BR-463 (Foto: Divulgação)

Seis pessoas envolvidas com o tráfico de drogas foram presas em operação da PRF (Polícia Rodoviária Federal) na manhã desta terça-feira (23) na BR-463, município de Ponta Porã, fronteira com o Paraguai. Três carros foram apreendidos, sendo dois deles locados. Os presos moram em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Por volta de 5h50, os policiais abordaram o Chevrolet Onix preto, ano 2018, com placa do Rio de Janeiro, conduzido por Jorge Henrique Jerônimo Figueiredo, 28, morador na Ilha do Governador (RJ), que viajava na companhia de Brendo Matheus Silvestre Soares, 24, também residente no Rio de Janeiro.

Jorge disse aos policiais que ele e Brendo vieram a Ponta Porã para comprar celulares e bebidas no Paraguai e revender no Rio. Ele alegou não saber que a fronteira estava fechada por causa da pandemia do novo coronavírus. Desconfiados, os policiais revistaram o Onix, mas nada foi encontrado.

Em seguida se aproximou o Prisma branco, placa de Minas Gerais, locado, conduzido por Rodrigo de Souza Duarte de Oliveira, 41, morador em Niterói (RJ). Nervoso, o motorista alegou ter vindo à fronteira para fazer compras e voltava para o Rio de Janeiro.

Em vistoria no carro os policiais localizaram tabletes de maconha escondidos sob o forro do assoalho, das portas, do painel, no porta-malas e no para-choque. A droga pesou 125 quilos de maconha. Também foi encontrada pequena porção de haxixe.

O condutor do Prisma informou que Jorge e Brendo seguiam no Onix para fazer o serviço de batedores e se comunicavam por celular. Após a droga ser encontrada, Rodrigo contou que o destino era Bataguassu e alegou ter aceitado o serviço em troca do perdão de parte de uma dívida. Já os dois batedores afirmaram que o destino da droga de fato era o Estado fluminense e que cada um receberia R$ 5 mil. Os três foram levados para a Polícia Federal em Ponta Porã.

Outra apreensão – Pouco mais de uma hora após a primeira apreensão, os policiais apreenderam mais 230 quilos de maconha em um Renault Sandero branco, placa do Paraná, também locado.

Outras três pessoas foram presas: André de Almeida Cancio, 43, morador em São Bernardo do Campo (SP), Érica Guimarães Certeza, 33, e Thomaz Ribeiro Braga, 40, residente em São Paulo, capital.

Primeiro os policiais abordaram o Hyundai HB20 S branco, dirigido por Thomaz Ribeiro Braga e que tinha Érica como passageira. Os dois também alegaram terem vindo à região para fazer compras e usaram a mesma alegação de que não sabiam da fronteira fechada. Para aproveitar a viagem, disseram terem ficado uma semana a passeio, para conhecer Ponta Porã.

Minutos depois os policiais abordaram o Renault Sandero conduzido por André Braga. Sem conseguir explicar o motivo da viagem, André confessou que transportava maconha no porta-malas. Ele também denunciou os ocupantes do outro carro, que faziam o serviço de batedores de estrada. Todos foram levados para a PF em Ponta Porã.

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE